Senador Styvenson Valentim é destaque na mídia nacional por apresentar CPI para investigar pagamentos de anistia

0

O senador Styvenson Valentim, foi destaque em toda mídia nacional após protocolar, nesta quarta-feira 13, requerimento com pedido para a instalação de uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) sobre a “concessão de reparações econômicas aos anistiados políticos” pela Comissão da Anistia.

No documento, Styvenson diz que há pouca ou nenhuma transparência na forma que foi distribuído os valores  para as pensões que são as custas de impostos.

“As reparações parecem contemplar, na sua esmagadora maioria, figuras carimbadas da chamada esquerda brasileira, o que levanta sérias suspeitas de direcionamento”, diz o senador no documento.

É citado no requerimento, exemplos dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff e além dos ex-ministros José Dirceu e José Genoino, como “beneficiados” por reparações, sem qualquer esclarecimento de como é feita a distribuição da pensão. Ele classifica os pagamentos, previstos pela Lei 10.559/2002, como “verdadeira pensão às custas dos impostos pagos com sacrifício pelo cidadão”.

Explicou também, que não está perseguindo ninguém, muito menos a esquerda, mas que a sociedade merece uma explicação plausível para entender como está sendo gasto o dinheiro público.

 por transparência maior sobre critérios usados para anistia em pagamentos  feitos até hoje. É de causar estranheza e curiosidade à população, que busca a verdade e clareza com gasto público. Não se trata de questão partidária. Há também militares que requerem a anistia. Ninguém está questionando o direito à anistia. Ninguém está questionando um período histórico. Está questionando critérios e a forma que está sendo paga.

A lei brasileira estabelece uma série de critérios para uma pessoa ser considerada como anistiado político, entre elas, ser “atingido por atos institucionais ou complementares, ou de exceção na plena abrangência do termo” e “punido com transferência para localidade diversa daquela onde exerciam suas atividades profissionais, impondo-se mudanças de local de residência”.

A pressa passa, a consequência fica! Uma campanha Detran e Governo do Estado

___________________________________

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here