Ministro do Justiça diz que pacote anticrime não trata de licença para matar e sim defender o império da lei

0

O ministro da Justiça, Sérgio Moro, deixou claro que o pacote anticrime, não é uma licença para matar e sim para dar império a lei, se referindo as novas regras do engajamento policial.

Deverá ser incluso também o banco genético de criminosos, no pacote, para que possa ter mais agilidade na investigação. Ele também disse que “o tempo em que ministros da Justiça atuavam como advogados de defesa de integrantes do governo acabou”, ao ser questionado sobre o envolvimento do ministro do turismo em corrupção e condenação. Quando foi tratado, sobre policiais que matam marginais em conflito, foi enfático : “A proposta fala por si. Retira dúvidas em que as situações descritas caracterizam legítima defesa. Não existe nenhuma licença para matar”.

Diz ainda que não haverá punição quando o policial prevenir injusta e iminente agressão em conflito. Além de prever prisão após segunda instância é crime para caixa dois.

A pressa passa, a consequência fica! Uma campanha Detran e Governo do Estado

___________________________________

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here