Ministra de Bolsonaro é indicada de deputado Antônio Jácome e ex-assessora de Magno Malta

0

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, indicou a advogada e pastora Damares Alves para assumir o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos. Em coletiva de imprensa, disse que vai trabalhar para garantir os direitos dos homossexuais, que a infância será a prioridade no governo e garantiu que nenhum homem ganhará mais do que uma mulher na mesma função. A ministra é indicação do deputado federal que não foi eleito senador Antônio Jácome, ela foi assessora do ex-fiel escudeiro Magno Malta, que trabalhou muito para Bolsonaro e foi escanteado, porque o presidente eleito alegou nas entrevistas que não tinha espaço para ele como ministro. O novo Ministério também será responsável pela Fundação Nacional do Índio, a Funai.

Com a indicação da pastora, Jácome deverá ter algum cargo federal na pasta da pastora.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here