Haddad discute com mulher em igreja após missa

0

View this post on Instagram

Nesta sexta-feira 12, após participar de uma missa na Igreja Católica na zona sul de São Paulo, o candidato à Presidência da República pelo PT, Fernando Haddad, foi abordado por uma mulher que gritou: “Haddad você não poderia ter participado da comunhão por ser "um abortista". Eu sou neto de um líder religioso", respondeu o candidato e emendou: "Você deve ser ateia." A mulher “dona da igreja” que não quis se identificar, disse que a presença de Haddad no local era um sacrilégio. "A Igreja Católica não permite. Ele é um abortista, não tinha que estar aqui dentro". Ao sair da igreja, o candidato fez um discurso dizendo . .. “Nunca deixei de olhar todo mundo. Todo mundo é igual, ninguém é melhor do que ninguém”. A igreja recebe qualquer pessoa que seja e por mais que a pessoa esteja fazendo politicagem não da o direito de ser expulso. Apenas Deus tem o direito de julgar ou não. Até porque somos tão falhos, pra condenar as pessoas e chegar o nível de expulsar de uma igreja, que pra isso deveríamos no mínimo sermos santos e sem pecados. O extremismo chegou até nas igrejas. E Haddad foi justamente para a igreja para angariar votos e tentar trazer os evangélicos e católicos para seu lado. www.thalitamoema.com.br

A post shared by Blog Thalita Moema (@thalitamoemablog) on

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here