Projeto Viva Costeira agora é Cidade Viva, inicia neste domingo 5

O Projeto Cidade Viva: Via Costeira volta neste domingo (5) com novo formato: mais opções de entretenimento, esporte e lazer, horário ampliado, novas ofertas de serviço e agora gerando receita para o turismo do Estado.

 

O conceito do projeto está mantido: uma faixa da Via Costeira permanece aberta apenas ao lazer da população todos os domingos, agora das 14h às 22h. O percurso terá extensão de 2,5 quilômetros, a partir do Centro de Convenções.

 

Diante da aceitação social do ‘Cidade Viva’ e cobrança pela sua manutenção, desde a primeira semana do novo governo, o titular da secretaria estadual de Turismo, Ruy Gaspar, trabalha no novo formato do projeto.

 

“Vimos que desde o início empresas ‘colaboravam’ no projeto com montagem de tendas, banheiro químico e outros equipamentos adesivados com suas marcas. Ou seja: usavam o espaço público para divulgar suas empresas. Decidimos, então, vender esses espaços e arrecadar dinheiro para o Estado”, explica Ruy Gaspar.

 

Um processo de licitação pioneiro no Estado potiguar foi aberto para contratação de uma agência que passa a gerir o projeto. Essa empresa atrairá investidores interessados em divulgar suas marcas no Cidade Viva sob pagamento de cotas. E 22% dessa arrecadação serão revertidos ao Fundo Estadual de Turismo.

 

Se antes o projeto demandava cerca de R$ 12,5 mil mensais para o cofre estadual, a partir deste domingo o Governo do Estado passará a arrecadar com o evento!

 

Melhorias

 

Entre as melhorias apresentadas com este novo formato, além do horário ampliado, está a fixação de pórticos no início e no fim do percurso; novos espaços, como o Espaço Kids (animado por recreadores), Espaço Cultural (com apresentação de artistas locais), e Espaço Pôr-do-Sol (para contemplação e apresentações musicais no fim da tarde).

 

Outras melhorias dizem respeito a parcerias firmadas com instituições privadas de saúde e academias, para prestação de serviços de aferição de pressão arterial, taxa de glicose, índice de gordura, etc., além de exercícios funcionais e de preparação física.

 

Está previsto a locação de bicicletas e skates, além de armários para guardar apetrechos. Será montado ainda um mini-mirante (estrutura removível) para contemplação. E, ao longo do percurso, serão instaladas duchas temporizadas para aliviar o calor e ajudar na hidratação.

 

A empresa Preview Promoções e Eventos, vencedora da licitação, é responsável pela manutenção do projeto durante um ano, com ou sem patrocínio. Um fiscal da Setur RN acompanhará cada edição do Cidade Viva.


Governo do RN decreta ‘situação de emergência’ na Via Costeira

O governador Robinson Faria assinou, na tarde desta sexta-feira (3), decreto que declara ‘situação de emergência’ na avenida Senador Dinarte Mariz (RN-301), Via Costeira. As últimas chuvas abriram uma cratera de 30 metros de extensão e 10 metros de profundidade no KM-19, trecho entre os hotéis Pestana e Serhs. O decreto nº 25.319, que será publicado no Diário Oficial do Estado deste sábado (4), tem validade por 180 dias.

 

Em razão da cratera aberta e das fortes chuvas previstas para a cidade do Natal, há preocupação com a integridade do calçadão e da Galeria de Esgoto, cujo rompimento poderá provocar um desastre ambiental na área. O decreto baseia-se no Relatório de Situação e Diagnóstico n.º 001/2015, emitido pela Defesa Civil do Estado.

 

O diretor geral do Departamento de Estradas e Rodagens (DER), general Ernesto Fraxe, explicou que uma empresa já foi mobilizada para refazer a drenagem e recompor o corpo de aterro de proteção para a pista de rolamento. Todas as medidas que se mostrem idôneas serão tomadas para prevenir novos danos ao meio ambiente e promover a reconstrução dos bens de valor turístico e paisagístico existentes na Via Costeira.

 

 


Pesquisa aponta aprovação do governo Robinson Faria por mais de 70% da população

O Governo do Estado é aprovado por 71,8% da população, considerando os índices ótimo, bom e regular. A informação é da pesquisa, encomendada pela FIERN e divulgada na tarde desta sexta-feira (3).

Na primeira pesquisa de opinião pública sobre a atuação do governo, que coincide com os primeiros seis meses de gestão, foram obtidos os seguintes resultados: 30,2% de ótimo/bom; 41,6% de regular; 16,5% de ruim/péssimo e 11,7% não responderam.

Melhorias na segurança e a manutenção dos salários dos servidores em dia foram as medidas que mais agradaram aos entrevistados. Outras ações lembradas foram melhorias na saúde e no saneamento básico.

A pesquisa foi realizada pelo Instituto GPP, com sede no Rio de Janeiro, entre os dias 23 e 28 de junho, em todo o estado, e ouviu 805 pessoas.

 


Câmara intermediará negociação entre Prefeitura e guardas municipais

Após ocupação da sede da Prefeitura de Natal, os guardas municipais, que estão em greve desde o dia 11 de maio, garantiram o apoio dos vereadores para intermediar negociação com o Executivo sobre o Plano de Cargos, Carreira e Remuneração da categoria. Em reunião realizada no final da manhã de hoje (3), parlamentares da Câmara Municipal e o Sindicato dos Guardas Municipais definiram um novo encontro na próxima quarta-feira (8), às 9h da manhã, para articular a negociação.

 

De acordo com o vereador Hugo Manso (PT), a Câmara intermediará o processo para garantir que a Prefeitura elabore o projeto de lei que regulamenta o Plano de Cargos dos guardas. “Há dois anos a categoria briga por essa regulamentação e nós vamos nos unir para ajudar na garantia do direito deles, até porque é preciso que o projeto se torne lei e seja votado por esta Casa”, destacou Hugo.

 

O Plano de Cargos próprio garantirá direitos básicos que a categoria ainda não conquistou. Margareth Vieira, presidente do Sindguardas, lembrou que a Lei Federal 13022/2014 resguarda o direito da criação de um Plano em todos os municípios do país.

 

“Existe a Lei Federal e o nosso município está descumprindo as regras. Só o Plano fará com que o cargo de nível médio e as promoções de carreira já conquistadas sejam reconhecidas”, destacou Margareth. “Apesar das dificuldades, estamos acreditando que agora as coisas irão avançar”, disse.

 

 


Ezequiel Ferreira propõe ações de combate à seca no Rio Grande do Norte

O Rio Grande do Norte está há mais de quatro anos sofrendo com a seca prolongada e esse fato implica não só nas dificuldades de abastecimento de água, que atingem a maioria dos municípios, mas também provoca uma grave crise econômica na produção agrícola e pecuária do Estado. “É uma estiagem que já ultrapassa os 1.500 dias. A Assembleia mobiliza a classe política, as lideranças e a população em busca de ações para enfrentar essa situação”, enfatiza o presidente da Casa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza.

 

 

Para Ezequiel é preciso sensibilizar o Governo Federal a garantir recursos –  mesmo com o corte no Orçamento Geral da União – para a conclusão das obras de transposição das águas do Rio São Francisco e isso só será possível se o Nordeste estiver unido. O corte no orçamento é da ordem de R$ 69,9 bilhões.  “É preciso unir as forças. Hoje, mais de 40 milhões de habitantes sofrem com escassez hídrica. A luta terá respaldo das bancadas do Rio Grande do Norte, a Paraíba e os demais estados nordestinos com desafios no combate à seca”, enfatiza.

 

 

Na próxima semana, a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte deve iniciar as articulações com o Governo do Estado, buscando, inicialmente, ações de socorro imediato para a Zona Rural. Com isto, o presidente da Assembleia, Ezequiel Ferreira, deixa clara a intenção de todos os deputados na luta por garantia hídrica no Nordeste. “Vamos exercer nosso papel fiscalizador, coletar dados, unir agendas, afinar pleitos regionalmente e cobrar obras estruturantes na região”, salienta o deputado.

 

 

 

FRENTE PARLAMENTAR DA ÁGUA – Com intuito de trazer soluções definitivas para combater a crise hídrica no Estado, a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte criou a Frente Parlamentar da Água. Além do presidente da Casa, deputado Ezequiel Ferreira (PMDB), os deputados George Soares (PR), Galeno Torquato (PSD), Gustavo Fernandes (PMDB), José Adécio (DEM) e Tomba Farias (PSB) integram a comissão.

 

 


Governador solicita à PM nova lista de aprovados aptos em exame psiquiátrico

Uma comissão de deputados estaduais apresentou ao Governo do Estado, na tarde desta quinta-feira (2), um parecer psiquiátrico apontando como aptos 461 dos 489 candidatos que haviam sido reprovados nos exames médicos. Diante do documento, o governador Robinson Faria determinou à Procuradoria Geral do Estado que solicite a nova lista com os aprovados no exame psiquiátrico, para, a partir dela, se manifestar sobre a convocação do grupo. “Nós abrimos o diálogo e nos empenhamos para que esta questão chegue a um desfecho positivo. Determinei que todos os encaminhamentos legais sejam dados”, afirmou o governador Robinson Faria.

 

 

“Vamos fazer um novo ofício ao Comando Geral da Polícia Militar para que informem se houve um exame psiquiátrico e mandem a lista com o resultado do exame”, explicou o procurador-geral do Estado, Francisco Wilkie. “O governo entende que, se ficar comprovado que houve realmente um exame psiquiátrico, deve haver a convocação dos aprovados”, continuou Wilkie.

 

 

A comissão do Legislativo foi liderada pelo deputado estadual Álvaro Dias, presidente da Comissão da Saúde na Assembleia, que foi acompanhado dos deputados Souza Neto, Gustavo Carvalho e Fernando Mineiro. Dias mostrou-se entusiasmado com o resultado da reunião e elogiou a postura do Executivo. “É preciso fazer justiça à postura do governo, que abriu o diálogo e teve interesse em agilizar uma solução”, salientou o parlamentar.

 

 

Entenda o caso

 

 

Um grupo de 824 aprovados no concurso da Polícia Militar de 2010 foi convocado neste ano. No entanto, exames psicológicos consideraram inaptos 489 candidatos dos 709 que se apresentaram. Um laudo psiquiátrico do médico Ricardo Silva Oliveira que avaliou os candidatos, entretanto, mostra que 461 – antes reprovados – estão aptos a exercer o cargo. O exame que os teria reprovado foi o psicológico, que não estava previsto no edital.  Diante do documento, a Procuradoria Geral do Estado solicitará à Polícia Militar a confirmação do exame e o envio de uma nova lista.

 

 


Prefeitura do Natal divulga nota repudiando ato de truculência do sindicato dos Guardas Municipais de ocupar e impedir a livre circulação de servidores e cidadãos nas dependências do Palácio Felipe Camarão

A Prefeitura do Natal repudia o ato de truculência do sindicato dos Guardas Municipais de ocupar e impedir a livre circulação de servidores e cidadãos nas dependências do Palácio Felipe Camarão e está tomando as medidas legais cabíveis para restabelecer a ordem pública, garantir a normalidade do funcionamento administrativo, assegurando o direito dos cidadãos natalenses de acesso a um prédio público, cuja preservação deveria ser mantida justamente por quem agora impede o exercício da cidadania e desrespeita o preceito constitucional que garante a liberdade de locomoção.

 

 

 

Ao mesmo tempo, a Prefeitura informa que estava em plena negociação com a categoria para a criação de um Plano de Cargos e Remuneração dentro do prazo estabelecido pela legislação federal que se estende até julho do próximo ano, nas condições econômicas permitidas pelos cofres municipais. Nesse sentido estava prevista para a próxima terça-feira uma reunião para discutir alternativas à proposta apresentada pelo sindicato da categoria.

 

 

 

Vale lembrar que os municípios brasileiros, e Natal não é diferente, enfrentam de forma ainda mais aguda os resultados da política de ajuste fiscal adotado pelo governo federal que têm resultado, como é fartamente conhecido por todos, em redução da atividade econômica, com reflexo imediato na arrecadação própria e queda nos repasses federais.

 

 

 

Diante da atitude arbitrária adotada pelo sindicato, todas as negociações ficam suspensas e a Prefeitura reafirma que não será pela força ou com atitudes antidemocráticas como essa que o sindicato irá fazer prevalecer sua vontade sobre os direitos da maioria dos cidadãos natalenses.

 


Governador Robinson assegura que RN tem todas as condições exigidas para instalação do HUB da Latam

O Governador Robinson Faria disse nesta quinta-feira, 2, ao participar da reunião com os representantes da Latam que fizeram visita técnica ao aeroporto de São Gonçalo do Amarante, que o Rio Grande do Norte tem todas as condições de atender as necessidades da companhia aérea para instalar o seu HUB no Estado. “Temos as melhores condições técnicas, operacionais, logísticas e econômicas para vir a sediar o centro de distribuição da TAM”, afirmou o governador acrescentando que o apoio à indústria do Turismo é prioridade da administração estadual.

 

 

 

Robinson Faria destacou a posição geográfica estratégica, localizado no ponto das Américas mais próximo à Europa e à África, “isso significa otimização de tempo e custos para voos nacionais e internacionais”, explicou, e enfatizou as ações de Governo que se constituem num grande diferencial competitivo a favor do RN: “Sediamos a refinaria Clara Camarão que produz querosene de aviação, garantindo o suporte necessário à demanda e temos o preço do combustível reduzido com a redução fiscal já adotada pelo Governo”.

 

 

 

A Latam enviou para a visita técnica ao aeroporto de São Gonçalo o gerente de projetos, Tiago Lopes, o analista de projetos, Cássio Martins, a consultora Magda Lutterbach e o consultor externo da TAM, Mark Ahasic. Eles foram recebidos pelos secretários de Planejamento do Governo, Gustavo Nogueira, de Infraestrutura, Jáder Torres, de Tributação, André Horta, Turismo, Ruy Gaspar, do Desenvolvimento Econômico, Paulo Roberto Cordeiro, de Comunicação, Juliska Azevedo, o diretor geral do DER, general Jorge Fraxe, o diretor geral do Idema, Rondinelle Oliveira. Também participaram os prefeitos de São Gonçalo e Macaíba, Jaime Calado e Fernando Cunha e secretários dos dois municípios.

 

 

 

Os integrantes do Governo acompanharam a visita da comissão da Latam a todas às dependências do aeroporto, incluindo áreas de embarque, desembarque, torre de controle e a própria pista de pouso e decolagem.

 

 

 

No final da visita, representantes da Latam afirmaram que gostaram das instalações e da capacitação do aeroporto para ofertar os serviços que serão demandados para operação do HUB. Robinson Faria ainda ressaltou que “o Governo do Estado está plenamente engajado para a instalação do HUB em seu território e que este não será apenas mais um investimento, mas uma prioridade, vez que, com a escolha do Rio Grande do Norte, o Estado passará a ter um dos principais vetores do desenvolvimento que é o transporte aéreo e toda a cadeia das atividades econômicas que ele atende”.

 

 


Eduardo Cunha contraria Dilma Rousseff e aprova redução da maioridade penal de 18 para os 16 anos para crimes hediondos, homicídios dolosos e lesão corporal seguida de morte e disse que as críticas são de quem é contra a sociedade

Do G1:

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), disse nesta quinta-feira (2) que o vice-presidente da República, Michel Temer, está sendo “claramente sabotado” e defendeu que ele deixe a articulação política do governo com o Congresso.

 

Segundo Cunha, a “articulação está indo para o caminho equivocado” e isso “não está fazendo bem” ao PMDB.

 

“O líder do governo e o governo [estão] desarticulados aqui dentro desta Casa, a articulação política está a cada hora indo para um caminho equivocado. O Michel Temer entrou para tentar melhorar essa articulação política, e está claramente sendo sabotado por parte do PT. Eu acho até que, para continuar desse jeito, ele deveria deixar a articulação política”, afirmou.

 

“Do jeito que está indo aqui, o governo se misturando com o PT no mesmo mal, o PMDB quer ficar longe dessa articulação política porque isso não está fazendo bem para o PMDB e ao mesmo tempo o governo como está se comportando dentro da Casa não está fazendo bem a ele”, completou.

 

O presidente da Câmara contestou as críticas dos deputados do PT e de outros partidos contrários à redução da maioridade penal que o acusam de “golpe” ao colocar em votação na noite de quarta um texto parecido ao que havia sido derrubado no plenário na sessão anterior.

 

Após a manobra de Cunha, a maioria aprovou uma emenda à Constituição que reduz de 18 para 16 anos a idade penal para crimes hediondos, homicídio doloso e lesão corporal seguida de morte.

 

Cunha disse que as críticas são “choro de quem não tem voto” e que “estão contra a sociedade”.

 

“Não é à toa que o governo está indo para 9% de popularidade e está no mesmo tamanho que está quem apoia a manutenção da idade penal”, afirmou, em referência à última pesquisa de opinião do Ibope que apontou que 9% aprovam o governo Dilma Rousseff e ao levantamento do Datafolha que indicou que 87% dos entrevistados apoiam a redução da maioridade penal.

 

Na avaliação do peemedebista, o governo “erra” ao assumir como sua uma pauta do PT, como a manutenção da maioridade penal.

 

“O governo também erra quando entra na pauta do PT. Ontem, por exemplo, o líder do governo encaminhou contra toda a sua base. Então, o governo assume pautas na Casa e transforma a disputa na Casa na pauta do PT”, criticou.

 

Sobre a possibilidade de a votação vir a serquestionada no Supremo Tribunal Federal (STF), como estudam alguns partidos, incluindo o PT, Cunha desdenhou e disse que os petistas têm o “hábito de querer judicializar” quando perdem e só “reclamam quando [a aprovação] vai [contra] na pauta ideológica deles”.

 

O presidente da Casa lembrou ainda que em outras situações quando o PT ingressou com ações no Supremo, como no caso contra o projeto que amplia a terceirização no país e contra aconstitucionalização do financiamento privado de campanha, a sigla não “teve êxito”. “Eles podem entrar à vontade”, afirmou.

 

Ele ponderou, no entanto, que isso representa uma interferência em um processo legislativo que não está concluído e contesta a decisão de uma maioria que votou a favor da redução. “Eles não discutem que eles não têm a maioria”, afirmou.

 

O presidente da Casa rejeitou ainda a pecha de “golpista” e “autoritário” e repetiu o argumento de que apenas respeitou o regimento interno da Câmara ao analisar as emendas apresentadas sobre a proposta de redução da maioridade. “Autoritário de cumprir o regimento? Não me cabe outro caminho que não seja esse”, disse.

 


Governo Dilma, tem aprovação de 9%, diz IBOPE

Pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira (1º) aponta os seguintes percentuais sobre como os eleitores avaliam o governo da presidente Dilma Rousseff (PT):

 

– Ótimo/bom: 9%

– Regular: 21%

– Ruim/péssimo: 68%

– Não sabe: 1%

A pesquisa anterior, divulgada em abril deste ano, havia apontado que 12% aprovavam o governo (consideravam “ótimo” ou “bom”). No último levantamento, 64% dos entrevistados avaliaram a administração Dilma como “ruim” ou “péssima”. Já 23% consideraram a gestão “regular”.

 

A atual rejeição ao governo Dilma (68%) é a maior já registrada pela série histórica das pesquisas Ibope desde a redemocratização, informou o instituto.

 

No levantamento divulgado em abril, a petista já havia empatado com o ex-presidente José Sarney, que, até então, era o governante com a maior rejeição da série histórica do Ibope, com 64% dos entrevistados avaliando sua gestão como “ruim” ou “péssima”.

 

A pesquisa do Ibope, encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), foi realizada entre os dias 18 e 21 de junho e ouviu 2.002 pessoas em 141 municípios. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

 

O nível de confiança da pesquisa é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.

 

Confiança

– 20% dos entrevistados disseram ter confiança na presidente Dilma

– 78% afirmaram não confiar na petista

– 3% não souberam ou não opinaram

 

Maneira de governar

O percentual dos eleitores que aprovam a maneira de governar de Dilma passou dos 19% registrados no levantamento anterior para 15% nesta pesquisa. Veja os números:

 

– aprovam a maneira de governar: 19%

– desaprovam: 83%

– não quiseram ou não souberam responder: 2%

 


Secretaria de Segurança Pública do RN divulga ações de segurança pública que reduziram em 14,63% os crimes violentos no primeiro semestre de 2015

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), divulgou nesta quinta-feira (2), a Análise Estatístico- Criminal do Rio Grande do Norte, elaborado pela Coordenadoria de Informações Estatísticas e Análises Criminais (COINE), referente ao número de crimes violentos letais intencionais (CVLIs), no primeiro semestre de 2015. O relatório mostra que as ações realizadas pelo Governo do Estado, por meio das Polícias Civil e Militar do Rio Grande do Norte, conseguiram reduzir em 14,63% o número de crimes violentos letais intencionais nos primeiros seis meses do ano, se comparado com o mesmo período de 2014.

 

 

A Secretaria de Segurança Pública e da Defesa Social registrou um total de 770 CVLIs de janeiro até o dia 30 de junho de 2015, enquanto que no mesmo período do ano passado foram registrados 902 assassinatos. Se levar em consideração apenas o mês de junho de 2015, verifica-se que houve uma redução de 30,67% se comparado com o mesmo mês do ano passado, quando se registrou 150 assassinatos contra 104 deste ano. O mês de junho de 2015 ainda teve uma redução de 22,96% se comparado com o mês de maio deste ano. Entre os Crimes Violentos Letais Intencionais, o homicídio foi o que registrou maior ocorrência.

 

 

Em 2014, foi registrado 769 homicídios, mas este ano o número caiu para 690. O Relatório aponta que em Natal, houve uma redução de 19,46% no número de CVLIs, caindo de 298 registrados em 2014, para 240 no primeiro semestre de 2015. Em Mossoró, a redução foi ainda maior. Em 2014, registrou-se 92 assassinatos, enquanto que no mesmo período deste ano, a Sesed registrou 70 CVLIs, o que significa uma redução de 23,91%.

 

 

Dentre as ações que colaboraram com a redução dos índices de violência pode-se destacar: ampliação de recursos para o pagamento em dia das diárias operacionais; implantação do Comitê Permanente de Segurança; reordenamento do policiamento e otimização ao máximo dos recursos humanos existentes; o incremento de 300 policiais no trabalho diário das ruas, na capital e interior, garantindo mais segurança a população, principalmente nos centros comerciais; garantir a progressão dos policiais militares na carreira de Praças e Oficiais e Policiais Civis; implantação de uma modalidade de atendimento presencial nas comunidades; implantação das Áreas Integradas; investimento em torno de R$ 7 milhões/ano para renovação do contrato dos alugueis de 200 veículos para Polícia Militar; criação da Câmara Técnica de Mapeamento do CVLI.

 


Sobrinha do ex-governador Iberê é raptada na Ribeira

Da TN:

A advogada Paula Ferreira de Souza Zaluski, funcionária da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (Codern) e sobrinha do ex-governador do Estado Iberê Ferreira de Souza, foi raptada quando chegava a seu local de trabalho, no bairro da Ribeira, na tarde desta quarta-feira (1º).

De acordo com as informações iniciais, Paula Zaluski teria sido abordada por dois homens armados, que a renderam e entraram em seu carro, um veículo do tipo Hilux de cor prata, modelo 2014.

 

O Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) foi acionado e efetivos da Polícia Militar (PM) e da Polícia Civil estão em diligências.

A advogada, foi encontrada na RN-304, nas proximidades de Macaíba, município da região metropolitana da capital potiguar.


Amistoso entre Brasil e Argentiva vai movimentar o Ginásio Nélio Dias neste sábado

A partida deste sábado (4/7) reunindo a Seleção Brasileira de voleibol que disputará os Jogos Pan-americanos do Canadá e a Argentina, às 19h15, no ginásio Nélio Dias, em Natal é muito mais que um simples jogo. O legado do amistoso promovido pela Prefeitura de Natal, Confederação Brasileira de Voleibol e Federação Norte-rio-grandense de Voleibol é um dos principais destaques, ao lado dos craques brasileiros.

 

Divulgação de Natal como destino turístico, atualização dos técnicos das seleções potiguares, que estarão incorporados à delegação do Brasil, clínica para professores e técnicos locais, ministrada pela comissão técnica da Seleção, além da visita a Casa do Menor Trabalhador e ao Parque da Cidade, estão na programação do evento. “A programação enfatiza que estamos preocupados com o legado do jogo. Vamos ter ações no aspecto técnico para os profissionais do esporte local, ação ambiental no Parque da Cidade e uma ação social”, confirmou o secretário de esportes de Natal Luiz Eduardo Machado.

 

O objetivo da prefeitura, segundo o secretário, é seguir buscando a captação de eventos esportivos que possam não só mexer com o esporte da capital, mas que também possam influenciar a economia através do turismo. “Já mostramos que temos competência para realizar grandes eventos. Fizemos o UFC que é um evento internacional onde obtivemos uma nota 10 com louvor, além, claro, da Copa do Mundo e outros mais. O ginásio Nélio Dias não deixa nada a dever em relação a outros ginásios no País. Agora vamos em busca de dois jogos da Liga Mundial de Vôlei Masculino para 2016”, antecipou Eduardo Machado.

 

Um dos importantes parceiros na realização do amistoso é o Natal Convention Bureau. “Contamos sempre com a parceria da prefeitura, que é a nossa maior aliada. Temos que aproveitar esses momentos de baixa estação para fomentar eventos como esse que trazem o turista para a cidade sem ser necessariamente para o turismo de lazer”, enfatizou Emanuele Barreto, presidente do conselho da entidade. A mídia espontânea em nível nacional também é apontada como um fator importante gerada a partir da captação desses eventos. O jogo será transmitido ao vivo para todo País e a capital potiguar será apresentada, antes do início da partida, através de um vídeo com imagens da cidade.

 

O presidente da Federação Norte-rio-grandense de Voleibol – FNV, Igor Ribeiro Dantas comemorou a continuidade das ações em conjunto com a administração municipal e divulgou novos programas em parceria com a prefeitura. “Agradeço a prefeitura que tem no prefeito Carlos Eduardo, um jovem com muita sensibilidade para o esporte e no secretário Luiz Eduardo Machado gente interessada em fazer essa área acontecer. Além desse amistoso e de todas as ações que o cercam, estamos programando o início do projeto de Voleibol nos Bairros, onde teremos 27 quadras equipadas em vários bairros da cidade com um responsável pelo material que será entregue pela federação e a presença de um professor. Teremos também em breve a licitação para a construção do primeiro centro de iniciação esportiva do Brasil, que será na zona norte e vários outros projetos de fomento ao voleibol”, revelou Igor Ribeiro.

 

Para a partida deste sábado, no ginásio Nélio Dias, o presidente da FNV afirmou que todos os sete mil ingressos colocados à venda foram comercializados. “Será uma festa da família de Natal. Pelo público que vimos comprar os ingressos sabemos que teremos desde o vovô até os netinhos juntos no Nélio Dias”, disse o presidente.

 

Os torcedores deverão ter acesso às arquibancadas, recentemente reformadas pela prefeitura de Natal que instalou sete mil novas cadeiras, através dos portões 4, 6 e 1. “Pedimos ao público que esteja no ginásio com pelo menos uma hora de antecedência, para facilitar a acomodação de todos, evitar filas e garantir a fluidez do trânsito na área”, solicitou o secretário de esportes Luiz Eduardo Machado.

 

No local, além da segurança e transporte público reforçados, o torcedor terá uma sala específica para atendimento médico, no próprio ginásio, UTIs móveis e estacionamento liberado. “Queremos que todos estejam fantasiados, com perucas da seleção e outros adereços. Na entrada, todos deverão receber uma camisa do patrocinador da seleção”, reforçou o presidente da FNV.

 

A partida em Natal será a primeira de três amistosos preparatórios para o Pan-Americano de Toronto, no Canadá, que acontece entre os dias 10 e 26 de julho. As demais partidas acontecerão em sequência nas cidades de Fortaleza e João Pessoa. O Brasil está no Grupo B ao lado da Colômbia, Cuba e Argentina, adversário do jogo na capital potiguar.

 

O grupo de atletas que jogará em Natal e representará o Brasil no Pan conta com destaques como o ponteiro Maurício Borges e o oposto de 2,17m Renan Buiatti que atua na Italia, além do central Maurício Souza e o levantador Murilio Radke. Outros nomes importantes da nova safra do voleibol nacional são o ponteiro Douglas Souza e o central Otávio. Ambos foram campões mundiais com a Seleção Brasileira na categoria Juvenil.

 

O técnico Maurício Motta Paes comandará o time nacional contra os argentinos no duelo no ginásio Nélio Dias, nos amistosos seguintes e também nos dois primeiros confrontos dos Jogos Pan-americanos. Na sequência, assumirá o auxiliar técnico Rubinho, parceiro de Bernardinho na seleção principal que disputa a Liga Mundial e estará na fase final da competição.

 


Deputados do RN visitam obras de acesso ao aeroporto de São Gonçalo

Um grupo de deputados acompanhou nesta quarta-feira (1) a visita do Governador Robinson Faria (PSD) ao anel viário do acesso Norte da BR 406 do Aeroporto Internacional Aluizio Alves, em São Gonçalo do Amarante. A retomada da obra faz parte de uma série de exigências necessárias ao Estado na concorrência pela implantação do Hub da TAM no Rio Grande do Norte e deve ser concluída em dezembro de 2015.

 

“Essa obra tem uma relevante representatividade na tentativa do RN em sediar o Centro de Cargas e Passageiros. Como fiscalizadores, viemos acompanhar o andamento dos serviços”, declarou o deputado Gustavo Carvalho (PROS), presidente em exercício da Assembleia Legislativa.

 

Fernando Mineiro (PT) disse que “a obra tem um papel impulsionador, não apenas pela questão do acesso ao aeroporto, mas também pela simbologia da retomada das obras do Estado. Estamos aqui, pois a Assembleia é parte desse processo e tem contribuído com o Executivo”, disse o líder do governo na Casa legislativa. Já para o deputado Dison Lisboa (PSD), a obra coloca o Rio Grande do Norte na concorrência pelo hub da TAM.

 

Na visita, que também reuniu gestores do Executivo Estadual e do município de São Gonçalo do Amarante, o Governador Robinson Faria disse que as obras estão bem encaminhadas e devem ser concluídas até dezembro de 2015.

 

Deixe seu comentário

Tags:

Deputados do RN recebem  servidores do Judiciário

Representantes do Sindicato dos Servidores da Justiça (SISJERN) estiveram manhã desta terça-feira (30) na Assembleia Legislativa para pedir apoio no sentido de que seja modificado Projeto de Lei que está tramitando na Casa, encaminhado pelo Tribunal.

Eles foram recebidos pelos deputados Fernando Mineiro (PT) e Carlos Augusto (PTdoB) com quem se reuniram para explicar as posições contrárias à matéria. Ao final da reunião, o deputado Fernando Mineiro explicou que a Assembleia Legislativa não pode apresentar emendas ao Projeto.

“A Assembleia Legislativa tem obrigação de ouvir as ponderações de todos os setores da sociedade, mas não podemos alterar propostas de valores salariais de outro Poder. As modificações tem que vir do Tribunal”, informou o deputado Fernando Mineiro.

De acordo com o coordenador geral do SISJERN, “os servidores são contrários ao projeto no tocante à retirada dos anuenios, congelamento de gratificação e a transformação de funções gratificadas dos funcionários de carreira”.

 

Deixe seu comentário

Tags:


Motorista de carro avança sinal vermelho e é atingido por ônibus em Natal

Do Portal B.O:

Um acidente de carro deixou duas pessoas feridas, na noite desta terça-feira (30), no Alecrim. De acordo com testemunhas, o motorista de um Corsa Classic teria avançado sinal vermelho e o veículo acabou sendo atingido por um ônibus.

 

O acidente aconteceu no cruzamento da avenida Jaguarari com avenida 2. O motorista e um passageiro do veículo ficaram feridos, sendo que um deles chegou a ficar inconsciente. Os dois foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência.

 

Uma testemunha que estava no ônibus e outra que estava em via pública relataram para a polícia que o Corsa cortou o sinal vermelho e, por isso, foi atingido pelo ônibus. Nenhuma das pessoas que estavam no transporte coletivo ficou ferida.

 


Senador José Agripino toma providências para que pedido de impeachment de presidente Dilma Rousseff tenha fundamento sólido

O presidente nacional do Democratas, José Agripino (RN), disse nesta terça-feira (30) que, apesar de existirem razões políticas fortes para o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff, ainda faltam argumentos jurídicos consistentes para que a ação não se transforme em uma peça inócua. Por isso, explicou o senador, a oposição está unida na busca de provas claras da prática de crime de responsabilidade por parte da chefe do Executivo.

 

 

 

“Do ponto de vista político, há razões de sobra para o impeachment. As providências estão sendo todas tomadas para que, a prova comprovada existindo, nós possamos completar aquilo que precisamos para entrar com o processo de impeachment ou na Procuradoria Geral da República, com consequência de ordem penal, ou no Tribunal Superior Eleitoral, com consequências eleitorais”, destacou Agripino.

 

 

 

Na manhã desta terça-feira (30), líderes partidários do Democratas, PSDB, Solidariedade e PPS se reuniram no gabinete do senador Aécio Neves (PSDB-MG) e decidiram entrar com duas representações contra a chefe do Executivo. A primeira será uma denúncia no Tribunal de Contas da União (TCU) pedindo investigação da suspeita de que as “pedaladas fiscais” utilizadas pela presidente Dilma para maquiar as contas públicas em 2014 permaneceram em 2015.

 

 

 

A segunda representação será entregue na Procuradoria Geral da República (PGR), por crime de extorsão, contra o atual ministro da Comunicação Social e então tesoureiro da campanha eleitoral de Dilma Rousseff, Edinho Silva, e contra a própria presidente da República. Em delação premiada na Operação Lava Jato, o dono da UTC, Ricardo Pessoa, afirmou que o dinheiro desviado com o esquema de corrupção na Petrobrás financiou a campanha eleitoral de Dilma. Além das duas representações, a oposição pedirá o compartilhamento da delação premiada de Pessoa com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

 

 

 

“Falta muito pouco para o pedido de impeachment da presidente da República. O que ainda falta, neste momento, é a configuração clara, a prova provada do argumento jurídico que leve ao impeachment”, frisou. “O grande temor da sociedade hoje é que ainda faltam três anos e meio de um governo que não existe”, acrescentou Agripino.

 

 


Governador Robinson Faria assina retomada de obras do sistema adutor do Alto Oeste  

O governador Robinson Faria viajou na tarde de hoje (30) para Pau dos Ferros com a finalidade de participar de uma reunião para discutir a crise hídrica com prefeitos daquela região. Na ocasião, ele assinou a ordem de serviço da retomada das obras do Sistema Adutor do Alto Oeste,  paradas desde 2013. Após a finalização das obras, dez municípios terão seu abastecimento de água regularizado, dos quais três estão em colapso.

 

 

“Estou aqui com minha equipe técnica da Semarh, Caern e Igarn para discutirmos os problemas da região no que diz respeito à crise hídrica. A seca já castiga nosso estado há muitos anos. Mas não podemos mais pensar em modelos paliativos, porque as pessoas estão cansadas. Precisamos planejar para os próximos anos”, disse o governador, apresentando uma medida prática do seu Governo: “A retomada do sistema adutor do Alto Oeste é um exemplo prático disso; uma obra que estava parada há mais de dois anos”, disse ele para um auditório lotado da VI Unidade Regional de Saúde.

 

 

De acordo com o secretário de Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Mairton França, são 11 cidades em colapso. Dessas, dez estão no Alto Oeste. “Por isso, essa região necessita tanto de nossa atenção”, disse França, que repassou para os participantes algumas medidas do Governo do Estado: “Até hoje nessa gestão já foram perfurados mais de 150 poços. O abastecimento com carros pipa foi estendido também para as zonas rurais. Estamos ousando, como sempre diz o governador, instalando em João Câmara um projeto piloto de um dessalinizador, movido a energia solar, dentro do Programa Água Doce”, informou França, acrescentando que esse Programa emancipa a comunidade porque elas passam a gerir a água dessalinizada.

 

 

Outros prefeitos e secretários participaram da reunião, de cidades como José da Penha; Alexandria;  Lucrécia; Doutor Severiano;  Luís Gomes;  Riacho da Cruz;  Severiano Melo, Pilões e Serrinha dos Pintos,  dentre outras cidades.

 


Câmara dos deputados rejeita texto-base da PEC que reduz maioridade penal

Do G1:

A Câmara dos Deputados rejeitou nesta terça-feira (30) o texto-base da proposta de emenda à Constituição (PEC) que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos nos casos de crimes graves. Para ser aprovada, a PEC precisava de ao menos 308 votos favoráveis – equivalente a 3/5 do número total de deputados –, mas somente 303 deputados foram a favor. Outros 184 votos foram contra e houve 3 abstenções.

 

Apesar da derrubada da matéria, a Casa ainda precisará votar o texto original, que reduz a idade penal para 16 anos em qualquer crime. De acordo com o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), a votação deverá ser retomada na próxima semana ou depois do recesso parlamentar de julho. Se a matéria for rejeitada outra vez, a proposta será arquivada.

Pela PEC, poderiam ser penalizados criminalmente os jovens com 16 anos ou mais que cometessem crimes hediondos (como latrocínio e estupro), homicídio doloso (intencional), lesão corporal grave, seguida ou não de morte, e roubo qualificado. Eles deveriam cumprir a pena em estabelecimento separado dos maiores de 18 anos e dos menores de 16 anos.

 

A rejeição da PEC foi comemorada por cerca de 200 manifestantes ligados à União Nacional dos Estudantes (UNE) e à União Nacional dos Estudantes Secundaristas (UNES)  que acompanharam a sessão das galerias do plenário (veja vídeo acima). Eles gritaram palavras de ordem e repetiram o grito “não, não, não à redução”.

 

Por acordo entre líderes partidários, 10 parlamentares foram escolhidos para falar a favor do projeto em plenário e outros 10 discursaram contra. O líder do PMDB, Leonardo Picciani (RJ), defendeu a proposta. “É um texto que tem equilíbrio, propõe a redução para crimes graves, hediondos, crimes contra a vida. Fico imaginando a justificativa para se suprimir a vida de alguém. É injustificável, nem a idade nem a classe social justificam.”

 

O líder do Solidariedade, Arthur Maia (BA), afirmou acreditar um jovem de 16 anos que comete crime tem “absoluta consciência” do que está fazendo. “Nenhum jovem deve temer a aprovação dessa lei. A lei serve para punir criminosos. Ser pobre e ser humilde não é salvo-conduto para matar e estuprar”, disse.

 

Já PT se posicionou contra alterar a Constituição para reduzir a maioridade penal e defendeu como alternativa à PEC alterar o Estatuto da Criança e do Adolescente para ampliar o tempo de internação de jovens que cometem crimes graves.

 

“Todos querem combater a violência, e se combate a violência reformando o ECA. [Defendemos] a ampliação do tempo máximo de internação daqueles que praticam crime com grave ameaça de 3 para oito anos. As civilizações modernas trabalham a ideia da ressocialização, não é cadeia mais cadeia”, discursou o líder do governo, José Guimarães (CE).

 

O líder do PSOL, Chico Alencar (RJ), também defendeu que a punição a menores de 18 anos não resolve o problema da criminalidade no país. Para ele, é preciso investir em educação e ações sociais. “Estamos discutindo uma decisão que vai ter efeito constitucional sobre se apostamos no ódio, na vingança, no vigiar e punir ou na educação e proteção integral à criança e ao adolescente.”

 

O texto da PEC inicialmente previa reduzir a maioridade para 16 anos para qualquer tipo de delito. Por acordo entre parlamentares do PSDB, do PMDB e outros partidos, o relator da proposta na comissão especial, deputado Laerte Bessa (PR-DF), alterou o próprio relatório para restringir a responsabilização penal a crimes graves.

 

Protestos

A votação foi acompanhada por poucos manifestantes nas galerias, já que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), impediu a entrada do público após tumulto no anexo 2 da Casa, prédio que tem ligação com o corredor que dá acesso ao plenário principal. Manifestantes ligado à União Nacional dos Estudantes (UNE) e à União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) que estavam do lado de fora do edifício tentaram forçar a entrada e foram contidos com spray de pimenta.

 

 


próxima página