Escolha uma Página

A popular rede de compartilhamento de fotos Instagram decidiu recuar quanto a algumas mudanças implementadas em seus Termos de Serviço após reações negativas dos usuários. Em um post feito no blog oficial da empresa na quinta-feira (20), o co-fundador e presidente-executivo Kevin Systrom pediu desculpas por não ter “comunicado claramente” as intenções do Instagram.

Segundo Systrom, as mudanças nos termos de serviço referentes à publicidade foram revertidas e as normas anteriores à mudança continuam a valer até o dia de 19 de janeiro de 2013. A linguagem dos termos que permitiam a anunciantes exibir fotos dos usuários do serviço sem remuneração também foi alterada na atualização de quinta-feira.

A regra que diz que menores de idade que usam o aplicativo deixam implícito que os pais ou responsáveis concordam com os termos do Instagram também foi retirada. Mas uma cláusula que isenta a rede de compartilhamento de fotos de responsabilidade judicial por muitos delitos foi mantida nos novos termos de uso. Outras redes sociais, como o Twitter e o Facebook, não têm cláusulas semelhantes.

[wp_bannerize group="thalitaads" categories="499,253,115,375,211,335,8,63,244,245,1075,350,3,527,24,1,65,54,572,7,503,78,10" random="1" limit="1"]

Os termos atualizados ainda afirmam que quem acessar o Instagram aceita as regras, que passam a vigorar a partir de 19 de janeiro.

Deu na Época