Escolha uma Página

Segundo delação de Rita das Mercês, os 10 desembargadores do RN, indicaram juntos 30 pessoas para cargos da Assembleia Legislativa do RN.

Um poder que deveria ser totalmente independe tem 10 desembargadores que segundo Rita, indicaram 30 pessoas.

A troca de cargos, acontecia também no TJRN, o mais interessante de tudo isso, é que se fosse qualquer outra pessoa já estava com a cara estampada em todos os jornais e com centenas de processos por improbidade, peculato e muito mais. Na delação, informou que ia apontar todos os autores, coautores e participantes no esquema criminoso. 

[wp_bannerize group="thalitaads" categories="499,253,115,375,211,335,8,63,244,245,1075,350,3,527,24,1,65,54,572,7,503,78,10" random="1" limit="1"]

Rita das Mercês disse ainda na delação do MPF, que ia comprovar estas acusações, entregou planilhas e documentos, é bom o CNJ fazer mudanças severas na Justiça do RN, caso seja tudo comprovado. 

Ainda falou que que os Conselheiros do Tribunal de Contas do RN, aqueles que deverias também ser independentes e ganham salários excelentes como os desembargadores, indicaram 25 pessoas para a ALRN.

O mais revoltante de tudo isso, é ver a corrupção em total evidência nos poderes do estado. Chega a ser revoltante como a justiça realmente é cega, moralista e como é feita com um peso e duas medidas.